Estima-se que dois milhões de pessoas apresentem algum Transtorno do Espectro do Autismo, só no Brasil. Apesar de não haver remédio que cure, o tratamento eficiente inclui respeito, informação, tolerância e apoio.